Após fechar uma das noites da edição do Festival Brasileiro de Música de Rua do ano passado com louvor pelo público caxiense, Tagore e sua banda voltam à cidade para a oitava edição do #ColmeiaSessions, evento oficial do selo e produtora Honey Bomb Records, que aproveitou a ocasião da banda estar escalada no line up do festival Psicodália, em Rio Negrinho-SC, e resolveu estender a festa. Além dele, a noite no Zero 54 conta com discotecagem tropical do DJ Johnny da NOIA discos. A festa inicia às 22h e a entrada custa R$20,00 até a meia noite, após o horário R$ 25,00.

Tagore + DJ Johnny – Colmeia Sessions 8
DIA: 12/02 – Sexta-feira
HORÁRIO: 22h
LOCAL: Zero 54
ENTRADA:
R$ 20 até as meia noite
R$ 25 all night long

TAGORE:
Tagore é um cantor de rock. Tagore é um artista pernambucano que afirma sua origem em cantos insuspeitos ou evidentes de sua música. Tagore é Dylan, é Raul, é Alceu, é Tom (o Zé, não o Jobim, talvez o Yorke mais que o Waits), é Stones, é Sampaio, é Ronnie Von tropicalista, é Doors, é Ave Sangria, é Beatles de “Revolver”. Tagore é um cordel ilustrado por Moebius. Tagore é futurista como se era há décadas – steampunk passado não na Europa vitoriana, mas no Recife contemporâneo (com a cabeça na virada dos 1960 para os 1970). Steam=vapor. “Movido a vapor”, como crava o título do primeiro álbum do grupo, lançado em 2014, três anos após o elogiado EP “Aldeia”. O segundo álbum já tem título definido: “Pineal”, que tem previsão de lançamento para o primeiro semestre desse ano.

Comments

comments

Deixe uma resposta